Ontem foi dia do idoso, você parabenizou alguém? CARTA DE UM IDOSO.

Infelizmente a nossa sociedade é repleta de preconceitos, e um dos inúmeros preconceitos existentes é o preconceito contra o idoso.

O que falta nas pessoas é sabedoria e humanismo, para qualquer tipo de preconceito, pois o preconceito é de um nível baixíssimo, diminuir, ridicularizar, excluir uma pessoa,ou outras coisas do tipo levando em conta, cor, idade, nacionalidade, sotaque, classe social, deficiência, opção sexual… É  o cúmulo da falta de respeito, falta de  educação, e falta de ética.

Por isso eu vim prestar a minha homenagem aos idosos, pois muito deles são desrespeitados em filas, em transporte públicos, em hospitais, e até mesmo considerados como inválidos.

Aqui está a minha admiração e respeito para com todos os idosos.

CARTA DE UM IDOSO.

” Muitas pessoas até me chamam de inválido, até me disseram que lugar de velho é em casa na cadeira de balanço lendo jornal e tomando chá, mais saibam que tenho orgulho de ser idoso, tenho orgulho de minha idade, e cada ruga que tenho é uma experiencia de vida.

Hoje em dia nem a sociedade e nem o governo me valoriza, mas esquecem o que já fiz para esse país, o progresso que tanto falam, pois é, fiz parte dele também, contribuir muito para isso, as minhas mãos calejadas já plantaram e colheram muito, para que hoje a agricultura esteja desenvolvida assim. Derramei muito suor ajudando a construir escolas prédios e casas, escolas que hoje os filhos de muitas famílias estudam, prédios que muitos dos teus hoje trabalham, e casas que serviram para muitas famílias habitarem.

Eu lutei nas ruas por leis que hoje  favorecem muitos trabalhadores, e pelos direitos de muita gente.

Trabalhei de sol  a sol para o sustento da minha família, para pagar a faculdade dos meus filhos, que hoje são o médico que te atende, o professor que ensina teus filhos, o advogado que te defende, o agricultor que planta o alimento que chega na tua mesa.

E depois de tudo isso ainda chega alguém e me chama de inválido, chego nas filas e alguns reclamam do meu direito, chego nos estacionamentos e alguém tomou  a minha vaga, chego em um transporte público e alguém finge estar dormindo para não me dar o lugar. O governo cada dia que passa aumenta regras para dificultar a aposentadoria de muitos assim como eu, que andam esgotados do trabalho de quase uma vida inteira.

E o que me restou? o orgulho de ser quem sou, de ser quem eu fui, e de ter feito o que já fiz.

Alguém e alguns reconheceram, e outros um dia reconhecerão, pois a idade chega para todos.

Anúncios